Compartilhando atenção

Existem dois tipos de pessoas no mundo atual: as que estão preocupadas em mostrar um status e as que estão preocupadas em julgar as pessoas com esse status. Por mais que reclamemos das patricinhas que ficam se mostrando com suas capinhas de iPhone, todos nos já fomos esse dois tipos de pessoas alguma vez. Talvez com o tempo aprendemos que somos muito além de uma coisa material ou que somos mais que uma bunda durinha. Eu disse talvez, é triste dizer mas a maioria das pessoas acham que se tornarão legais por darem vários checkins em balada no foursquare, por postarem fotos com seus vestidos de marcas ou só por falarem mal de alguém que não segue esse padrão sábado-festa-cerveja-namorado. O ser humano ama inflar o seu ego, é tão gostoso, e num mundo onde quem posta mais foto de coisas caras ganha mais curtir é normal que a cada dia que passa as pessoas se expõem mais, pra ganharem mais atenção, pra se sentirem até de certa forma amadas. A solidão é o mal do século, deve ser por isso que todo dia tem meninas postando fotos nuas em tumblr pra ganharem follows e “amigos”. Ninguém quer ser sozinho, e nada irá atrapalhar essa eterna busca por companhia e amor, nem que para isso tenhamos que humilhar alguém ou a si mesmo.

Esse texto faz parte da blogagem coletiva promovida no Depois dos Quinze